com o intuito de atender rapidamente às demandas de casas populares nas mais variadas regiões deste pais, surge o projeto “Célula 3x3”, que de uma forma simples, prática e rápida, além de barata, tenta solucionar e ser um instrumento de inserção social na cidade, dessa enorme classe de pessoas chamadas: sem-teto.

o projeto é modular  e sua subjetividade estética fornece as tantas de maneiras se compor as habitações, atendendo-se às exigências mínimas de conforto, qualidade, segurança e privacidade.

a implantação pode ocorrer sem a perda de características, nas mais variadas topografias das cidades brasileiras, nos mais diversos climas de nosso pais tropical e atendendo as inúmeras diferenças de composição dessas famílias.

o fato de ser composta por módulos independentes faz com que a unidade habitacional seja indiferente a sua geolocalização, sendo assim onde quer que esteja o norte, sempre será possível rotacionar os módulos para que se tenha um melhor aproveitamento da luz solar e onde não for possível essa adaptação pode-se utilizar de vegetação para servir de brises naturais.

Com harmonia o projeto pode ser inserido em terrenos de pequenas dimensões entre 90m² e 140m² para famílias pequenas e entre 150m² e 200m² para as maiores. Já as moradias podem variar de acordo com as necessidades de cada grupo familiar podendo estar entre 42m² e 51m² para grupos pequenos e entre 54m² e 69m² para famílias com grande número de indivíduos.

Os módulos são instalados sob uma base de concreto [viga baldrame, contra piso e pintura impermeabilizante] Quando se tratar de terrenos acidentados com declives ou aclives, não se tem a necessidade de execução de terraplanagem, pois os módulos podem ser acomodados de acordo os níveis e patamares do terreno, minimizando os impactos ambientais, os custos da obra e o tempo de construção.

unidade de habitação celular

ficha técnica

local prudente, sp 

inicio do projeto julho, 2013

área do terreno xx m²

área da construção xx m²

arquitetura vinicio borges

colaboração

fotografia